Manifesto
indumentaria.com.br
No começo era roupa.

Agora é ser. Pessoa.
Cheia de saberes, desejos, quereres, tatuagens. Braços e pernas de algodão.
Penso enquanto me visto.
Crio quem sou costurando histórias.

Você pensa!
Entre os cabos de fibra ótica, atravessando gigas e bytes, nos milésimos de segundos, trocamos pensamentos.
Pensemos juntos.
Está conectado? Estamos nus?

Quando o conhecimento flui livremente,
a vida como conhecemos se
transforma.
É na conversa que encontramos as sílabas das mudanças.

Vivemos no futuro.
E o futuro é feminino.
Poder às mulheres. Liberdade ao ser.

Um punk, um artista e um padre atravessam a rua.
"Estão todos pelados", disse o índio pintado.
O que muda daqui pro Japão?
Nem sushi, nem Chanel.

Viajo em movimento tanto quanto parada.
Já não existe inércia. A velocidade é contínua.

Corremos com a ponta dos dedos, mais rápido que jamais fariam os pés. Na velocidade dos nossos olhos, vamos para além dos vidros.

Frenéticos em nossas mentes.

Quebra de estruturas pela tela do celular.
Leio em caracteres.
Não tenho televisão. Aprendi política na rua. Platão, numa mesa de bar.
Eu sou meu conteúdo.
Consumo. Crio. Enter.

Ins
ta
gram
Voltar para o site