Efeito Kardashian: a maquiagem marcada como natural

Vote numa mulher

Mulheres na fotografia – Objectif Femmes

Escrito por Coletivo Elas por Elas em 27 de agosto de 2016

Recentemente, durante uma viagem, tive a oportunidade de assistir a um documentário que faz um breve apanhado histórico sobre as mulheres na fotografia, chamado “Objectif Femmes”. Ele nos apresenta um relato de uma situação bastante óbvia: como as mulheres, mesmo tendo uma produção fotográfica relevante, acabam sendo menos lembradas e citadas do que fotógrafos homens.

É interessante pensar que, historicamente, as mulheres tiverem pouco ou nenhum acesso a expressões artísticas tradicionais como pintura ou escultura. Mas, com a chegada da fotografia, que ainda não era considerada uma forma de arte, muitas mulheres puderam aprender as suas particularidades, sem a pressão de existirem grandes mestres masculinos do passado. A fotografia era algo novo, e houve a oportunidade de explorá-la mais livremente.

"Sadness", de Julia Margaret Cameron

“Sadness”, de Julia Margaret Cameron

Uma das primeiras mulheres a utilizarem as novas técnicas foi Anna Atkins, botânica que fez fotogramas em cianotipia de algas secas, em 1843. Já num âmbito mais artístico, duas britânicas são lembradas por seus retratos: Clementina Hawarden e Julia Margaret Cameron. No vídeo, são citadas ainda diversas mulheres com trabalhos relevantes, como Gertrude Käsebier, Dorothea Lange, Dora Maar, Ilse Bing, Gerda Taro, até a recentemente descoberta Vivian Maier, e muitas outras.

Além de traçar esse histórico, o documentário conta também com depoimentos de quatro fotógrafas contemporâneas: Jane Evelyn Atwood, fotógrafa documental com um grande trabalho voltado a pessoas à margem da sociedade, como detentas e prostitutas; Sarah Moon, ex-modelo que começou a trabalhar com fotografia de moda nos anos 1970; Dorothée Smith, que trabalha com interações entre diferentes formas artísticas; e Christine Spengler, fotógrafa de guerra.

Infelizmente não consegui encontrar uma maneira de comprar o documentário, nem assistir online. Mas fica o convite para conhecer melhor as mulheres fotógrafas, tem muito trabalho incrível por aí.

Texto e edição da coluna: Andrea Mayumi

postado por

Elas por Elas é um coletivo feminista de Curitiba. Somos um espaço de debate e apoio às mulheres. Nossos valores são sororidade, empoderamento, respeito e empatia.
Mais Cultura

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.


*

Ins
ta
gram